O mundo é dos nerds

O mundo é dos nerds

American Insight One comment
Posts

Para quem nasceu depois dos anos 2000 pode achar estranho pensar que um dia existiu um mundo em que as telas não eram dominadas por Stan Lee e Zack Snyder, em que as roupas não tinham referências de quadrinhos e filmes, em que o prestígio iam para os criadores de aplicativos, em que a ComicCon não enchia tanto quanto um jogo de futebol.

Às vésperas da estreia de Os Vingadores – Guerra Infinita, a polarização entre DC x Marvel parece cada vez mais dominar a discussão (apesar das bilheterias apresentarem um claro vencedor), com a expectativa do filme de quebrar todos os recordes da história do cinema. Falando nisso, o Facebook da American Insight está com uma super promoção para te levar para conferir em primeira mão. Corre lá para participar!

Até pouco tempo atrás, nerd – ou geek – eram termos associados a um grupo mais introvertido, pessoas mais estudiosas ou seletos fãs de quadrinhos, animes, videogames, e filmes de sci-fi (science-fiction). O resto do mundo só precisava decidir qual Batman foi pior, o interpretado por Michael Keaton ou George Clooney.

Agora os termos que antes, infelizmente, eram usados para fazer chacota de alguém tiveram seus significados revisados e quem é membro de carteirinha admite com orgulho. E o que antes era só adjetivo virou uma cultura. Mas se o primeiro quadrinho da DC saiu em 1935 (Doutor Fantasma); o clássico de sci-fi “Uma Odisséia no Espaço” em 1968; e existem pessoas inteligentes desde sempre então por que o universo geek expandiu só agora?

Dependendo do seu ponto de vista pode ser com o advento da internet e a idolatria de gênios da informática como Bill Gates e Steve Jobs e mais tarde, Mark Zuckerberg, Mike Krieger, Larry Page e incontáveis outros. Nossas vidas ficaram mais fáceis e conteúdos diversos ficaram mais disponíveis.

O que nos leva ao segundo ponto de vista: pode ser que a cultura nerd tenha se popularizado com os primeiros filmes do Homem- Aranha. Ou será que foram os do Homem de Ferro, cujo sucesso de bilheteria foi tão estrondoso que abriu portas para vários outras franquias, incentivando outros estúdios, conquistando outros veículos e criando uma bola de neve sem fim? De qualquer forma, adoramos esses filmes, então ninguém reclama!

No fim, a grande responsável foi a tecnologia que nos trouxe os aplicativos, as novas plataformas de conteúdo, CGI – ou computer generated imagery – e tantas outras maravilhas que devemos agradecer aos dedicados e muitas vezes incompreendidos geeks de antes. Bom para eles, afinal agora o mundo é deles.

E fica a questão principal: Michael Keaton ou George Clooney? É muito cedo para dizer Ben Affleck?  

One comment

Dicas para aprender Inglês no dia a dia e de graça – Blog American Insight

abril 15, 2019 em 5:45 pm

[…] política, cultura nerd ou bobagem mesmo, os podcasts chegaram para ficar e você pode aproveitar para enriquecer o seu […]

Deixe um Comentário